O que será a carteira de identidade universal?

A facilidade da vida moderna já chegou à carteira de identidade: se antes, ela era um documento simples, que só continua o seu próprio número e o CPF, agora ela se tornou universal, trazendo diversas informações extras de cada cidadão. 

O que será a carteira de identidade universal?

O objetivo do governo federal é que os brasileiros tenham mais praticidade, o que se estende aos agentes públicos também:

em caso de um acidente, por exemplo, ficará mais simples saber o tipo sanguíneo do indivíduo, agilizando o socorro. 

Apesar de já ser emitida em muitos lugares do Brasil, a chamada carteira de identidade universal não é obrigatória:

as pessoas que não fazem questão de um documento mais completo podem continuar emitindo a versão tradicional em todos os postos de identificação estaduais, 

Como será a carteira de identidade universal

Essa carteira de identidade visa não somente juntar várias informações pessoais em um só documento, mas também facilitar a consulta a bancos de dados por parte dos órgãos públicos e autoridades.

As informações extra que o indivíduo poderá incluir em seu documento oficial de identidade são os seguintes:

  • Alistamento militar;
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • Título de eleitor;
  • Carteira de identidade para estrangeiro;
  • Carteira de Trabalho;
  • Cartão do SUS;
  • CPF;
  • Passaporte;
  • Tipo sanguíneo

A adição desses dados deve ser feita no posto de identificação. Vale dizer que o layout da carteira de identidade universal também tem alterações, incluindo a adição de um chip eletrônico.

Carteira de identidade SC – o modelo universal já está disponível?

A versão do documento oficial de identidade com informações adicionais já pode ser emitida no Instituto Geral de Perícias (IGP), instituto de identificação responsável pela carteira de identidade SC

Crianças e adultos podem emitir o documento e, se têm um RG na versão antiga, podem fazer a sua atualização por meio de 2° via, que é paga (com exceção para casos determinados pelo governo estadual, como idosos).

O valor cobrado pelo Instituto Geral de Perícias para emitir o documento é de R$ 37,35 para a 2° via, sendo a 1° via totalmente de graça.

O pagamento da taxa deve ser feito antes do atendimento no IGP e não costuma ser permitido usar cartão de crédito. 

Pessoas que se declarem pobres e possam conformar a baixa condição podem emitir o documento de graça, bem como as pessoas que sofreram roubo ou furto e que registraram o Boletim de Ocorrência.

Documentos para a carteira de identidade SC

Os cidadãos catarinenses precisarão levar certidão de casamento ou nascimento e os documentos que desejam inserir na carteira de identidade, de acordo com as opções já informadas. 

Será necessário levar o Boletim de Ocorrência para os casos de perda, roubo ou furto e duas fotos 3×4, seguindo as orientações abaixo:

  • Sem acessórios muito chamativos;
  • Sem boné ou chapéu;
  • Sem roupa branca ou clara;
  • Sem óculos 

Para fazer o agendamento no Instituto Geral de Perícias, deve-se:

  • Acessar aqui;
  • Clicar na opção “Agende seu atendimento”;
  • Clicar em “Agendamento de carteira de identidade”;
  • Seguir as instruções apresentadas 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *